fbpx
Curtas para ficarem na memória

Curtas para ficarem na memória

Memória é recuperação, evocação, trazer de volta sentimentos, histórias. É formação de identidade. É contar quem fomos, num passado recente ou longínquo. É a partir deste conceito que montei esta sessão, com filmes que evocam memórias pessoais, ancestrais ou mesmo de outra pessoa, mas que tocam a alma. "Em Travessia", a memória fala sobre algo muito profundo, expõe feridas de uma sociedade construída pelo racismo; "Guaxuma" usa as lembranças mais doces e mais doloridas como uma declaração de amor da protagonista às suas origens e à sua grande amiga. Em "Abigail", os escombros, os restos, os objetos deixados e as ruínas servem como evocação e homenagem ao passado da personagem. Já em "Uma família ilustre" a memória é pura dor e, ao mesmo tempo, é tudo que há. Um filme necessário, duro e revoltante. A ciclo se fecha com "Rapsódia para um homem negro". Quase todos os temas e sentimentos dos outros filmes aparecem aqui: a evocação à ancestralidade, a violência de uma sociedade preconceituosa, o amor por alguém, a revolta. Considero uma sessão bonita e muito comovente.

Andréa Cals, curadora

Travessia

Utilizando uma linguagem poética, Travessia parte da busca pela memória fotográfica das famílias negras e assume uma postura crítica e afirmativa diante da quase ausência e da estigmatização da representação do negro.

Classificação Indicativa: Livre Duração: 5 minutos

Guaxuma

Eu e a Tayra crescemos juntas na praia de Guaxuma. A gente era inseparável. O sopro do mar me traz boas lembranças.

Classificação Indicativa: 10 anos Duração: 14 minutos

Abigail

``Abigail une os pontos de um mapa humano que conecta indigenismo e candomblé. O avesso do inverso, uma casa aberta de memórias quase extintas.``

Classificação Indicativa: Livre Duração: 17 minutos

Uma Família Ilustre

Conversa entre o Bispo evangélico Claudio Guerra, ex-chefe da polícia civil que assassinou e incinerou militantes que se opunham à ditadura e Eduardo Passos psicólogo militante dos direitos humanos. Suas motivações variam entre o orgulho em ser um cumpridor de ordens competente, um servo leal da luta contra o comunismo, o prazer de ser temido e o amor ao poder e ao dinheiro. Ora é um cristão arrependido ora um assassino orgulhoso de seu trabalho.

Classificação Indicativa: 10 anos Duração: 18 minutos

RAPSÓDIA PARA O HOMEM NEGRO

Odé é um homem negro. Seu irmão, Luiz, foi espancado até a morte durante um conflito em uma ocupação em Belo Horizonte.

Classificação Indicativa: 16 anos Duração: 23 minutos

  • Curadora de audiovisual. Criou e dirigiu a mostra feminista Século XXI: Mulheres, Ação!, durante onze anos foi coordenadora e curadora da mostra Première Brasil, no Festival do Rio. Participou da comissão de curadoria do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, do Festival de Cinema Brasileiro em Israel e do Curta Cinema (Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro). Foi curadora, apresentadora e produtora do Canal Curta!. Dirigiu e apresentou o programa de rádio CINEMA EM SINTONIA, especializado em cinema brasileiro, por 9 anos.

    Faça sua busca por aqui

    Pressione enter para realizar a busca ou ESC para sair

    Ao fazer seu login, você concorda com nossos termos e condições e nossa política de  privacidade.

    Ao criar sua conta no Curtaflix, você concorda com nossos termos e condições e nossa política de  privacidade.

    Todos os direitos Reservados 2021. Curtaflix